quinta-feira, 24 de abril de 2008

Yakisoba



De origem chinesa, yakisoba significa macarrão frito em japonês. No Japão o yakisoba foi modificado e uma versão mais leve e menos oleosa foi criada.
No Brasil, costumamos comer o yakisoba de origem chinesa, que entrou em moda nos anos 90 com a criação das redes de fast food de comida chinesa, e que continua até hoje fazendo sucesso entre os amantes da cozinha oriental.
Nós, mogianos, conhecemos o yakisoba muito bem. Na Festa das Nações, Festa do Divino, Festa do caqui, Akimatsuri, enfim, em todas as festas tradicionais mogianas sempre há uma barraca que vende yakisoba. Já comi alguns yakisobas bons em festas, mas já comi vários ruins. Lembro de um, preparado por orientais, que continha bacon, credo! E lembro de vários “yakisobas muxibas”, aqueles que são praticamente macarrão com caldo. Não entendo a falta de orgulho, ou vergonha na cara, das pessoas que servem “yakisoba muxiba”. Seria a oportunidade de apresentar um yakisoba saboroso, feito com capricho e tradição, diferente dos das redes de fast food, mas em vez disso servem uma porção de macarrão com uns pedacinhos de repolho, um ou dois pedaços de carne dura e molho ralo.
Desculpem-me a indignação, mas quando uma pessoa olha para uma barraca de yakisoba cheia de orientais, ela imagina que a comida será boa e acaba comendo macarrão com bacon. Além disso, tenho certeza de que a maioria dos japoneses, chineses e seus descendentes que moram no Brasil também desaprovam a maioria dos pratos orientais servidos em festas. Temos muita honra sobre as nossas origens e temos orgulho em demonstrar isso, seja na forma de preparar nossas comidas seja no enfoque peculiar em que encaramos as nossas vidas.
Chega de ser rabugento e vamos ao que interessa! O quê faz um yakisoba ser bom? Qual o método de cozimento empregado?
Primeiramente, bons ingredientes são imprescindíveis. Entre comprar uma cenoura fresca na feira e uma mais velha e barata no supermercado, prefira a fresca, dou-lhe a minha palavra que o resultado será melhor.
Além disso, fique restrito aos ingredientes tradicionais. Nada de bacon, presunto ou couve.
Finalmente, o método de cozimento é muito importante. Utiliza-se tradicionalmente a wok para preparar o yakisoba, uma panela pesada de fundo arredondado que absorve altas temperaturas, mas pode-se utilizar qualquer panela de fundo grosso.
O segredo é fritar os ingredientes em pouca gordura numa temperatura bem alta. Assim, cozinha-se rapidamente o alimento, sem perder a textura nem a cor dos ingredientes. Para isso, o alimento não deve soltar água. Nada mais desanimador do que um yakisoba com os vegetais murchos e feios e a carne dura.
Enfim, faça um favor para você mesmo e prepare um yakisoba decente!

Receita de Hoje
Yakisoba do Ribi
Meu irmão Ewerton vai embora do Brasil trabalhar na França. Embora eu esteja com um pouco de inveja, vamos fazer uma despedida com sua comida preferida: yakisoba.
Ingredientes para 4 pessoas
400g de carne (bovina, suína, de frango ou a mistura das três)
1 repolho branco
2 cebolas
1 cenoura
1 maço de cebolinha
1 pacote de macarrão para yakisoba
1 copo de shoyu
½ copo de caldo de legumes
3 colheres de amido de milho
óleo de gergelim para fritar

Corte a carne em tiras ou fatias finas. Limpe o repolho e corte em quadrados. Parta a cebola em quatro pedaços, fatie finamente a cenoura e fatie a cebolinha na espessura d dois dedos.
Esquente uma panela de fundo grosso ou uma wok até ficar bem quente. Adicione um fio de óleo de gergelim e frite os vegetais, um por um, até dourar rapidamente. Adicione mais óleo de gergelim cada fez que for fritar um vegetal.
Reserve os vegetais fritos em pratos separados enquanto frita os outros.
Cozinhe o macarrão conforme a embalagem, escorra e tempere com um pouco de óleo de gergelim.
Frite a carne em fogo alto até dourar. Tempere com sal. Adicione o macarrão e frite até dourar.
Misture o caldo de legumes frio, o shoyu e o amido de milho e adicione à panela.
Mexendo rapidamente em fogo alto, adicione os vegetais que foram fritos e prove o tempero. Se precisar, adicione sal. Sirva a seguir.

2 comentários:

Michel Gandinne disse...

Bom bacana a sua receita ... Simples .. Mans .. na minha opiniao tem coisa ainda que vc nao colocou Como brocolis , Couve flor , e o champignon ... Sem falar de um Pouco de açucar na receita Do molho ... A final de contas o Segredo de um Yaksoba Fika No bom preparo de um molho ... E em uma coisa que vc explicou bem que foi a fritura dos legumes e tbm do macarrão!
Bom é isso ai , tenha uma otima semana !!

Chapo disse...

olá, sou fã incondicional de yakissoba! Curti bastante tua opinião.
Quando eu faço, porém, minha ordem muda.
Carne, legumes duros indo pros mais moles, macarrão(cozido a parte) e acerto os temperos. Assim não tiro nada da panela e tudo sai no ponto. Carne cozida, legumes firmes e cozidos, macarrão com ótimo sabor!
E tb seria bacana dizer os esqueminhas dos cuidados com a WOK. Um bombril ali da dona de casa e a wok vira lata velha.

MAs enfim, de qualquer forma, VIVA a yakissoba!